OUTUBRO ROSA

Caminhada chama atenção para importância de se debater o câncer de mama

Atividade encerrou a campanha 'Outubro Rosa' reunindo vereadores e trabalhadores da Câmara. Após a ação, houve visita ao Hospital Luxemburgo

sexta-feira, 29 Outubro, 2021 - 12:15
Foto_Cláudio Rabelo_CMBH

Márcia recebeu o diagnóstico do câncer de mama em março deste ano e, após uma semana, já teve agendada sua cirurgia para a retirada do nódulo. Hoje pela manhã, antes de ir para mais uma seção de quimioterapia, fez questão de participar da caminhada que encerrou as atividades do Outubro Rosa da Câmara Municipal. O evento, que ocorreu nesta sexta-feira (29/10), teve o objetivo de despertar a conscientização para a prevenção e o controle do câncer de mama e contou com a participação da presidente da Casa, Nely Aquino (Pode), das vereadoras Bella Gonçalves (Psol), Iza Lourença (Psol), Fernanda Pereira Altoé (Novo), Macaé Evaristo (PT), Marcela Trópia (Novo), Professora Marli (PP), do vereador Cláudio do Mundo Novo (PDS), da professora e ex-vereadora Cida Falabella, além de dezenas de trabalhadoras e trabalhadores da Câmara. Após a caminhada, um grupo de parlamentares visitou as alas de quimioterapia e radioterapia do Hospital Luxemburgo, onde realizaram uma doação de lenços para as pacientes em tratamento contra o câncer.  

Importância do autoexame

A Márcia, citada lá no inicio do texto, é a Márcia Cristina Avelar, prima da vereadora Iza Lourença. Enquanto caminhava, contou que a suspeita do câncer ocorreu após fazer o autoexame das mamas e identificar um nódulo. “Engraçado que na hora pensei: isso não é nada, é coisa da minha cabeça”, disse. Porém, ao acompanhar a filha em uma consulta, a médica solicitou exames de mamografia e ultrassom das mamas e, então, o diagnóstico foi confirmado. Para Márcia, que atribui os bons resultados que vem obtendo no tratamento, ao autoexame e à agilidade no pós-diagnóstico, continuar falando sobre o assunto ainda é fundamental. “Mesmo já tendo trabalhado em um hospital, eu não acreditei. Por isso é muito importante você conhecer seu corpo e estas campanhas reforçam isso”, afirmou.

Também em tratamento recente contra o câncer de mama, a presidente Nely Aquino confirmou que já tinha participado de muitas outras campanhas do Outubro Rosa, mas que essa está sendo diferente. Para a parlamentar, que desde o diagnóstico da doença, optou por compartilhar a informação com todos, dar publicidade ao tema é mesmo fundamental “para que as mulheres que convivem, que trabalham conosco, que nos seguem nas redes sociais, para que elas tenham um alerta de que é importante se tocar, fazer o autoexame e os exames de mamografia e ultrassom”, declarou.

Avanços na legislação

Além das ações de conscientização, a Câmara Municipal também atua na prevenção à doença por meio da elaboração de projetos de lei (PL). Atualmente, ao menos dois textos que incentivam a realização do exame de mamografia tramitam na Casa. Segundo Nely, muito já foi feito, mas ainda é possível avançar mais. “A discussão frequente é o mais importante, porque é a partir do debate que surgem as ideias e as proposições de lei”, afirmou.

Aprovado recentemente em Plenário, em 2º turno, o PL 1340/2014, de autoria do vereador Fernando Luiz (PSD), prevê que as lojas que comercializem artigos femininos e que disponham de provadores deverão afixar, nos espelhos, adesivos para alertar sobre o câncer de mama, ressaltando a importância do autoexame. A proposição será analisada pelo prefeito, que poderá sancioná-la ou vetá-la na íntegra ou parcialmente. Em caso de veto, a proposição retornará a Câmara para apreciação pelo Plenário, que poderá manter ou rejeitar o veto do Executivo.

Já o PL 174/2021, cujo parecer favorável com paresentação de emendas foi aprovado pela Comissão de Mulheres, no último dia 15, cria o Programa Empresa Amiga da Saúde da Mulher e incentiva as instituições a motivarem suas funcionárias para que façam a mamografia preventiva contra o câncer de mama.  De acordo com o texto, as dez empresas sediadas em BH que se destacarem no atendimento e apoio de sua colaboradoras serão homenageadas com o Diploma de Empresa Amiga da Saúde da Mulher. A proposição, assinada por 12 parlamentares, tem tramitação prevista para dois turnos e após análise nas Comissões de Saúde e Saneamento e de Administração Pública poderá ir a Plenário para votação em 1º turno, onde para ser aprovada precisará do voto da maioria dos presentes.

Lenços e ações ao longo do mês

Após a caminhada, um grupo de vereadoras visitou as alas de quimioterapia e radioterapia do Hospital Luxemburgo, onde realizaram uma doação de lenços para as pacientes em tratamento contra o câncer. As 110 peças foram doadas pelos alunos de graduação da Faculdade Univeritas.

A caminhada e a visita encerram uma intensa programação que a Câmara Municipal realizou ao longo do mês para marcar o Outubro Rosa na cidade. O objetivo foi promover, por diversos meios, ações e informações sobre os fatores de risco e sinais de alerta, auxiliando, assim, na conscientização sobre a prevenção e o tratamento da doença na Capital. Além da iluminação da fachada do prédio na cor rosa, a Câmara realizou uma live com o tema ‘Câncer de mama: Vamos falar sobre isso’?; uma Blitz na Praça Sete, onde foi distribuído material educativo sobre o tema e, no último dia 27, outra live, desta vez, com o tema ‘Recebi o diagnóstico, e agora? ’, realizada por meio do canal da Escola do Legislativo no Youtube.

Superintendência de Comunicação Institucional

 

Encerramento da Campanha Outubro Rosa