OITIVA

CPI ouvirá secretária de Assistência Social sobre atendimento durante a pandemia

O depoimento de Maíra Colares será nesta quinta-feira (19/8), às 9h, no Plenário Helvécio Arantes

quarta-feira, 18 Agosto, 2021 - 12:45
CPI ouvirá Secretaria Municipal de Assistência Social e Segurança Alimentar nesta quinta
Karol Barreto / CMBH

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 ouvirá, nesta quinta-feira (19/8), às 9h, no Plenário Helvécio Arantes, a secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (Smasac), Maíra da Cunha Pinto Colares, na condição de testemunha. O objetivo da oitiva, requerida pelo vereador Professor Juliano Lopes (Agir), é prestar informações gerais pertinentes à atuação e possível omissão da Prefeitura no contexto de enfrentamento à covid-19, inclusive investigando o uso dos recursos públicos durante a pandemia. Entre outros temas, a CPI tem buscado informações sobre os gastos com a distribuição de cestas básicas no período.

Últimos encontros

Com o objetivo de buscar mais informações sobre a doação de equipamentos e ventiladores pulmonares feita pelo empresário Mário Valadares, dono do Shopping Oiapoque, à Prefeitura, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, ouviu, nesta segunda (16/8), o subsecretário de Administração e Logística da Prefeitura, Breno Serôa da Motta. A CPI ouviu, na mesma data, o empresário Eneas Silva Dias, proprietário da empresa Basic Promo Clothing, que apontou ter tido prejuízo com a venda de máscaras de tecido ao Município, em maio do ano passado, a preços mais baixos.

Comitê

Informações fundamentais sobre o funcionamento do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, criado pela Prefeitura em março de 2020, foram repassadas aos vereadores durante depoimento do infectologista Carlos Starling à CPI da Covid-19, na última quinta-feira (12/8). O médico, que faz parte do Comitê, disse que, entre os motivos para a reabertura mais criteriosa de escolas em BH, está a possibilidade de transmissão das crianças para os pais, mais propensos a desenvolver a doença. O infectologista afirmou, ainda, que a PBH tem monitorado a variante Delta, oito vezes mais contagiosa.

Papel da Comissão

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 tem por finalidade apurar a atuação e utilização de recursos públicos pela Prefeitura de Belo Horizonte no enfrentamento da pandemia da covid-19. O colegiado aponta a ausência de informações precisas e transparentes sobre a destinação dos recursos originados dos governos federal e estadual para ações de prevenção e combate à pandemia, e se propõe a fiscalizar a regularidade das contratações e gastos realizados pela Prefeitura durante o período de calamidade pública.

Superintendência de Comunicação Institucional