AUDIÊNCIA PÚBLICA

Em debate, interdição da Escola Francisco Bressane de Azevedo pela Defesa Civil

Localizada no Bairro São Paulo, escola sofreu transbordamento de rede de esgoto, obrigando realocação de alunos em centro comunitário

segunda-feira, 22 Abril, 2019 - 17:15
Em debate, interdição da Escola Francisco Bressane de Azevedo pela Defesa Civil
Foto: Google Street View

A Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo realizará audiência pública na próxima quinta-feira (25/4), às 13h30, no Plenário JK, para discutir a situação atual da Escola Municipal Francisco Bressane de Azevedo (Rua Angola, nº 109, Bairro São Paulo). Ela foi interditada pela Defesa Civil no último dia 2 de abril e os estudantes realocados, com urgência, no Centro Comunitário do bairro, utilizado para tratamento psiquiátrico de adultos. A reunião foi solicitada pelo vereador Álvaro Damião (DEM).

Segundo informações do gabinete do vereador, a escola foi fechada porque uma rede de esgoto transbordou, afetando e sobrecarregando toda a estrutura do sistema de esgotamento sanitário do colégio, que tem 550 estudantes matriculadas, sendo 50 alunos da formação Educação de Jovens e Adultos (EJA). De acordo com pais de alunos ouvidos, face à falta de estrutura do centro comunitário, é inadequada a convivência da comunidade escolar com os internos em tratamento. Os estudantes estão em salas cedidas, e numa delas estão duas turmas de séries diferentes. Outra turma tem aulas na quadra do local. 

A Prefeitura informou um prazo de dois anos para resolver a questão, pois a escola terá que passar por obras estruturais complexas e necessita da autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), já que o prédio da instituição é tombado como patrimônio histórico. Enquanto isso, estão sendo realizadas obras paliativas no centro comunitário, visando melhorar a acomodação dos alunos, tais como instalação de divisórias de alvenaria, pintura, construção de biblioteca e de novo refeitório com cozinha industrial, além de estrutura móvel para alunos da pré-escola, a ser implantada no atual estacionamento do centro.

Convidados

São esperados para a reunião: a subsecretária de Planejamento, Orçamento, Gestão e Finanças da Secretaria Municipal de Educação, Natália Raquel Ribeiro Araújo; o superintendente de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) Henrique de Castilho Marques de Souza; o subsecretário Municipal de Defesa Civil, Waldir Figueiredo; a gerente de Educação da Coordenadoria de Atendimento Regional Nordeste, Márcia Ambrósio; a representante do Colegiado da Escola Municipal Francisco Bressane de Azevedo, Jeanne Ferreira Lopes; e representante dos pais dos alunos da Escola Sarah Luiza Caetano da Silva.

Superintendência de Comunicação Institucional