CENTRO DE SAÚDE

Oferta de medicamentos não atende à demanda no Bairro Tirol

Em visita ao Centro de Saúde Francisco Gomes Barbosa, parlamentares verificaram ampla estrutura, porém déficit de remédios e insumos

quinta-feira, 23 Novembro, 2017 - 16:00
Vereador dialogando com técnicos e outros responsáveis pelo centro de saúde
Foto: Marcelo Caciano

Conforme anunciado pela Secretaria Municipal de Saúde em audiência pública, na última quarta-feira (22/11), o abastecimento de medicamentos nas unidades de saúde do Barreiro deveria estar próximo de 80%, na expectativa de atingir 90% da demanda até o final de dezembro. No entanto, em visita técnica ao Centro de Saúde Francisco Gomes Barbosa, no Bairro Tirol (Barreiro), na manhã desta quinta-feira (23/11), a Comissão de Saúde e Saneamento verificou que a situação está longe de ser a ideal. Além da falta de medicamentos diversos, foi percebida a insuficiência de diferentes materiais para curativos e a necessidade de reformas no espaço.

Bastante elogiada pelos usuários, em razão da qualidade do atendimento e dos profissionais envolvidos, a unidade está entre os maiores e mais estruturados centros de saúde da capital, contando com seis equipes completas do Programa Saúde da Família (PSF), equipe complementar de saúde mental, incluindo odontologia especializada, nutricionista, psiquiatra, ginecologista, pediatra e 15 consultórios médicos. No entanto, a ausência de medicamentos na farmácia da unidade não foge à regra. Repetindo que ja foi percebido em outros centros de saúde visitados pela comissão, no local foi identificado o desabastecimento de 32 medicamentos. “Não podemos ter uma verdade maquiada. E o papel desta Comissão de Saúde é mostrar a realidade”, alertou o vereador Cláudio da Drogaria Duarte (PMN), afirmando que será enviado um relatório detalhado para a Secretaria Municipal de Saúde, contendo todos os remédios faltantes e demais itens de necessidade do centro de saúde, assim como as pequenas reformas e adaptações a serem feitas na unidade.

Grande fluxo de usuários

Gerente do C.S. Francisco Gomes Barbosa, a dentista Rafaela Sardi de Almeida explicou que a unidade atende hoje a um volume de quase 24 mil usuários, sendo, em média, 500 pessoas por dia. Apesar de conhecida como C.S. Tirol, em razão de sua localização, a unidade recebe pacientes de diversos bairros do entorno, como Barreiro de Baixo, Maldonado, Diamante/Olaria, Novo Tirol, Marilândia e Itaipu. Para atender a toda essa demanda, a comissão de saúde local tem pleiteado a incorporação do imóvel contíguo ao centro de saúde.

“Há uns três anos, o volume de usuários não chegava a 14 mil. Com o aumento na demanda, a estrutura tem ficado insuficiente”, explicou o presidente da comissão local de saúde, Paulo Guimarães, defendendo a transferência do Centro de Especialidades Médicas (CEM), que funciona ao lado do C.S. Tirol, para o novo Complexo de Saúde do Barreiro de Cima, de forma a disponibilizar o imóvel para ampliação do centro de saúde.

Diretora regional de Saúde Barreiro, Silvana Leite afirmou que reconhece a necessidade de ampliação da unidade e apoia o pleito pela anexação do imóvel do CEM. Nesse sentido, garantiu que já conseguiu a autorização do Secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado, para transferência do CEM para o Complexo.

Insumos e infraestrutura

Apesar das boas condições gerais, os funcionários apontaram algumas carências da unidade a serem revistas pela Prefeitura. Entre elas, o tamanho da farmácia e a falta de ventilação adequada para acondicionamento dos medicamentos; a presença de fezes de ratos na cozinha e na farmácia; a falta de pintura e manutenção nos muros e a falta de insumos para curativos: atadura, micropore e esparadrapo.

O vereador Juliano Lopes (PTC) reconheceu que o serviço de saúde no Barreiro ainda precisa de melhorias, mas destacou o esforço da nova gestão municipal em atender às demandas e que as notícias sobre a normalização e ampliação da oferta de medicamentos até o mês de dezembro indicam uma boa perspectiva.

Superintendência de Comunicação Institucional