AUDIÊNCIA PÚBLICA

Acesso ao esporte promove inclusão de pessoas com deficiência

Há mais de 20 anos, Programa Superar, mantido pela Prefeitura de BH, oferece atendimento direto e permanente

sexta-feira, 26 Maio, 2017 - 14:30
jovens com deficiência participam de corrida
Foto: Divino Advincula / Portal PBH

Basquete, dança, esgrima em cadeira de rodas, natação, patinação, voleibol sentado e oficina de percussão. Essas são algumas das atividades de esporte e lazer oferecidas a 600 pessoas com deficiência pelo Programa Superar, uma iniciativa da Prefeitura de Belo Horizonte. Para discutir a possibilidade de ampliação das ações, a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo realiza audiência pública na próxima segunda-feira (29/5), às 14h. Para favorecer a participação, o encontro será realizado na sede do Centro de Referência Esportiva para a Pessoa Portadora de Deficiência (CRE-PPD), na Av. Nossa Senhora de Fátima, 2283, Bairro Carlos Prates.

Desde 1994, o Superar é um programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer que elabora, coordena e executa, juntamente com entidades e escolas, políticas públicas destinadas às pessoas com deficiência. A iniciativa visa, também, a reflexão sobre a pessoa com deficiência e sua relação com essas atividades, garantindo a sua inclusão e respeitando seu potencial e seus limites.

O programa oferece atendimento direto e permanente no CRE-PPD, que dispõe de um ginásio poliesportivo coberto, uma piscina semi-olímpica aquecida, uma piscina infantil, um amplo salão multiuso, banheiros, vestiários, cozinha, despensa e ambulatório médico.  

Para o vereador Arnaldo Godoy (PT), que solicitou o debate, a possibilidade de melhorias do programa e a ampliação de sua atuação na capital visam sanar as carências das políticas municipais de atendimento às pessoas portadoras de deficiência na área do desporto.

São aguardados para a reunião, dentre outros, representantes do Programa Superar, da Secretaria Municipal Adjunta de Esportes, do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de MG e da Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos da pessoa com Deficiência e Idosos de MG.

Superintendência de Comunicação Institucional