REUNIÃO ESPECIAL

Vereadores vão debater situação do comércio em BH durante quarentena

A reunião acontece na próxima segunda-feira (13/4), às 10h, e deve receber gestores públicos e lojistas; haverá transmissão pelo Portal

quinta-feira, 9 Abril, 2020 - 16:45
Portas metálicas de lojas fechadas_Shoppings Tupinambás e Caetés_Foto-Abraao-Bruck-CMBH
Foto: Abraão Bruck / CMBH

Preocupada com os impactos da pandemia de Covid-19 para trabalhadores e empresários na capital, a Câmara de BH realizará nova reunião especial, já na próxima segunda-feira (13/4), para discutir ações do Município para o funcionamento do comércio na cidade. O debate está previsto para as 10h, no Plenário Amynthas de Barros, e deve contar com a participação de lojistas e representantes da Prefeitura para buscar alternativas econômicas durante o período de quarentena. Os convidados podem contribuir presencialmente ou mediados por tecnologias digitais. A reunião será transmitida ao vivo pelo Portal da Câmara.

Autor do requerimento para a reunião, o vereador Léo Burguês de Castro (PSL), líder de governo, alerta para a importância desse debate, “no momento em que vivemos a maior crise sanitária e econômica do país e, consequentemente, do nosso Município”. O vereador conta que o objetivo é discutir as medidas adotadas pela Prefeitura para viabilizar o funcionamento parcial do comércio durante o período de quarentena em razão do novo coronavírus. A expectativa é avaliar também a possiblidade de reabertura de alguns estabelecimentos que estão ainda fechados e discutir mecanismos de apoio a trabalhadores e empresários.

Convidados

O evento deve contar com gestores municipais indicados pelo prefeito Alexandre Kalil e representantes da sociedade civil, ligados a diferentes entidades comerciais. Entre elas, o Sindicato do Comércio Lojista de Belo Horizonte (Sindilojas BH); o Sindicato dos Empregados no Comércio de Belo Horizonte e Região (SEC); a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis/Minas Gerais (Abih-MG); a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de BH e Região Metropolitana (Sindihorb); a Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape); a Associação Mineira de Supermercados (Amis); o Sindicato do Comércio Atacadista de Gêneros Alimentícios de Belo Horizonte e Contagem (Sincagen); o Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Belo Horizonte (Sincovaga); o Sindicato do Comércio Varejista de Automóveis e Acessórios de Belo Horizontes (Sincopeças) e o Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Materiais de Construção, Tintas, Ferragens e Maquinismo de Belo Horizonte e Região (Sindimaco).

Acesso restrito

Para enfrentamento da epidemia e redução dos riscos de contágio, os servidores e parlamentares da Câmara de BH têm atuado em trabalho remoto, no entanto, para favorecer o acompanhamento e fiscalização das políticas municipais diante da pandemia, a Mesa Diretora deliberou pela realização de reuniões especiais sobre o tema, conforme Deliberação nº 6/2020. A primeira delas já recebeu o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, na manhã desta quinta-feira (9/4).

Durante o evento, o acesso ao Plenário está restrito, sendo exclusivo para vereadores, equipe de apoio institucional, autoridades da Administração Pública convidadas, fotógrafos e cinegrafistas. Outros convidados (limitados a 10 pessoas), indicados pelo parlamentar requerente do evento, poderão acompanhar o debate da galeria, junto aos jornalistas.

Para o público geral, o acompanhamento da reunião poderá ser feito somente pela transmissão ao vivo, disponível no Portal da Câmara. Os cidadãos poderão enviar suas dúvidas e comentários diretamente aos parlamentares, que poderão representá-los durante a conversa.

Seguem suspensas as reuniões ordinárias de Plenário e comissões parlamentares, conforme estabelecido pela Portaria nº 18.884/2020.

Superintendência de Comunicação Institucional