Tráfego seguro

Moradores do Ouro Preto pedem reforço na sinalização de vias locais

Insuficiência de placas e trânsito intenso causam constantes acidentes na região; BHTrans vai realizar projeto operacional

terça-feira, 8 Maio, 2018 - 13:45
Foto: Bernardo Dias / CMBH

O desrespeito aos limites de velocidade e a sinalização precária em um cruzamento no Bairro Ouro Preto, na Região da Pampulha, têm causado vários acidentes de trânsito, preocupando pedestres e motoristas.  A pedido dos moradores, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transportes e Sistema Viário realizou visita técnica ao local, na manhã desta terça-feira (8/5). O requerente da atividade, vereador Irlan Melo (PR), ouviu as queixas da comunidade e solicitou à BHTrans a revitalização da sinalização existente. O órgão informou que um projeto operacional com as possíveis soluções será apresentado aos moradores da região.

O problema acontece no cruzamento entre as Ruas Brasileia e Apucarana. O aposentado Antônio Maurício conta que as vias possuem um grande fluxo de veículos, e que o excesso de velocidade e a sinalização precária contribuem para a ocorrência de vários acidentes.

A comunidade explica que a existência de sinalizações verticais e horizontais, tanto nos cruzamentos, como nas próprias vias, não é suficiente. Embora admitam que a imprudência e o desrespeito aos limites de velocidade agravam a situação, os moradores acreditam que o reforço na sinalização poderá contribuir para a redução do alto índice de acidentes no local.

Ações imediatas

Irlan Melo solicitou à Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) a melhoria das sinalizações já existentes, como a pintura da faixa horizontal de pare, tornando-a mais evidente, bem como a instalação de novas placas verticais alertando os motoristas sobre o perigo no cruzamento das vias. “Estas medidas são emergenciais e de extrema importância, já que os acidentes são frequentes, e a chegada de novos moradores do empreendimento imobiliário, recentemente construído no entorno, vai ocasionar um aumento do fluxo de veículos e pedestres no local”, pontuou o parlamentar.

Representante da BHTrans, Cristina Pena informou que será feito um estudo técnico contendo as características da via, as condições de sinalização do local e o número de acidentes ocorridos. Feito isto, um projeto operacional será elaborado, apresentando as medidas que poderão ser tomadas para a resolução dos problemas. De antemão, Pena adiantou que “será feito um reforço na sinalização já existente, medida esta que poderá diminuir consideravelmente o número de acidentes no cruzamento”, garantiu.

Superintendência de Comunicação Institucional

[flickr-photoset:id=72157668744625708,size=s]