VISITA TÉCNICA

Maternidade Leonina Leonor será vistoriada por comissão na segunda (7/8)

Inauguração do equipamento, que atenderá especialmente a população de Venda Nova e adjacências, estava prevista para 2009

sexta-feira, 4 Agosto, 2017 - 17:00
Fachada da Maternidade Leonina Leonor Ribeiro, que será vistoriada pela Comissão de Saúde e Saneamento
Foto: Google Street View

Em atendimento a reivindicação da comunidade local, a Comissão de Saúde e Saneamento realizará visita técnica na próxima segunda-feira (7/8) à Maternidade Leonina Leonor Ribeiro, cujas instalações ainda não estão concluídas oito anos depois da data prevista para a inauguração. Requerida por Cláudio da Drogaria Duarte (PMN), a fiscalização tem a finalidade de avaliar as condições de pessoal, mobiliário e funcionamento geral do equipamento, além de obter informações sobre a ampliação e a melhoria da prestação dos serviços à comunidade. A visita foi agendada para as 9h, na Rua Padre Pedro Pinto, n°175, Bairro Venda Nova.

Na ocasião da aprovação do requerimento da visita à maternidade, no dia 5 de julho, uma cidadã e ex-conselheira distrital de Venda Nova que acompanhava a reunião solicitou a antecipação da data, inicialmente prevista para novembro. Argumentando o já extenso atraso das intervenções, que se encontram 70% concluídas, e a urgência de se agilizar a conclusão e entrega do equipamento, cuja inauguração foi anunciada para 2009, a cidadã solicitou um encaminhamento mais ágil da questão junto à prefeitura, suprindo demanda urgente da população.

Atendimentos previstos

Localizada no segundo e terceiro andar da atual Unidade de Pronto Atendimento (UPA) - Venda Nova, antigo Hospital Dom Bosco, a maternidade recebeu investimentos de mais de R$2,2 milhões do Fundo Municipal de Saúde para a implantação de 32 leitos, com capacidade para atender até 350 parturientes por mês. Na época, na gestão do então prefeito Marcio Lacerda, foi divulgado pela prefeitura que o perfil das mulheres atendidas seria o de risco habitual, mas que a unidade estaria preparada para atender emergências surgidas durante a permanência da mãe e do bebê, além de disponibilizar dez leitos de cuidados progressivos para recém-nascidos. Também chegaram a ser anunciadas a oferta de enfermaria com direito a acompanhante, climatização nas salas de cirurgia, bloco cirúrgico e sala de espera, além de terraço para convivência, humanizando o período dispendido no local.   

Acompanhamento da PBH

Representantes da Secretaria Municipal de Saúde e da Administração Regional Municipal Venda Nova foram convidados para participar da atividade junto com os vereadores e lideranças comunitárias, no intuito de verificar de perto a situação e fornecer mais informações sobre o andamento das intervenções e a inauguração da maternidade.

Superintendência de Comunicação Institucional