REABERTURA DAS ESCOLAS

Secretária de Educação deve prestar informações aos vereadores na quinta (29)

Gestora, que não compareceu às audiências da Comissão de Educação, deve esclarecer critérios que embasaram decretos 

terça-feira, 27 Abril, 2021 - 16:45
criança com máscara tem temperatura corporal aferida
Foto: Michael Appleton/Mayoral Photography Office

Mais de um ano após a suspensão das aulas presenciais, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) anunciou a volta das crianças de até 5 anos e 8 meses de idade às creches e escolas de educação infantil na última segunda-feira (19/4). A reabertura vem sendo discutida na Câmara desde 2020 e, na atual legislatura (2021-2024), a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo já realizou quatro debates públicos que reuniram entidades favoráveis e contrárias à medida. Diante da ausência de representantes da pasta nos encontros, a secretária municipal de Saúde, Ângela Dalben, foi convidada a comparecer à reunião ordinária da próxima quinta-feira (29/4), às 13h, para apresentar os números oficiais da pandemia de covid-19 na cidade, os critérios que fundamentaram as decisões sobre a questão, as providências tomadas durante o período e a participação da sociedade na discussão.

A inclusão das escolas entre as atividades essenciais, sua priorização na flexibilização das restrições impostas pela PBH para conter a covid-19 e a retomada imediata das atividades presenciais dividem opiniões de especialistas, sindicatos e associações de médicos, professores, donos de escolas e pais de alunos. Membros da comissão e outros parlamentares, que se pronunciaram no Plenário, nas audiências públicas e nas redes sociais, também argumentaram a favor e contra, contrapondo as consequências do fechamento para a saúde mental e a aprendizagem de crianças e adolescentes, sua desproteção em casa e nas ruas aos riscos de contágio e agravamento da pandemia e à necessidade de vacinação completa da comunidade escolar antes da reabertura.

Convite exclusivo

Como a Secretaria de Educação não atendeu aos convites para participar das audiências realizadas nos dias 19 e 25 de fevereiro, 11 e 25 de março, deixando os vereadores e demais interessados sem acesso aos números e informações oficiais sobre a pandemia, os critérios utilizados na tomada de decisões, o andamento das adequações estruturais das unidades da rede municipal e da elaboração de protocolos, quatro membros da Comissão apresentaram  requerimento solicitando o convite formal à titular da pasta para esclarecer as dúvidas.

O comparecimento remoto de Ângela Dalben, única convidada da reunião, foi aprovado antes do anúncio da volta às aulas da educação infantil. A reunião será no Plenário Helvécio Arantes, mas vereadores e convidada participam à distância. O evento pode ser acompanhado ao vivo no Portal da CMBH. 

Superintendência de Comunicação Institucional