AUDIÊNCIA PÚBLICA

Educadores e parlamentares vão discutir políticas de fomento a creches conveniadas

Um dos objetivos é discutir as perspectivas de continuidade do atendimento de crianças de 4 a 5 anos na rede conveniada

quarta-feira, 18 Abril, 2018 - 20:00
Foto: Karoline Barreto / CMBH

A eventual possibilidade de creches conveniadas da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte não atenderem mais crianças acima dos quatro anos será tratada em audiência pública, na próxima sexta-feira (20/4). Requerido pelo vereador Professor Wendel Mesquita (PSB) e promovido pela Comissão de Educação, o evento ocorre às 9h30, no plenário Amynthas de Barros.

Objetivando ampliar a política de acesso à rede de Educação Infantil do município, a Prefeitura de BH tem investido na readequação de diversas escolas de ensino fundamental para receber as crianças de 0 a 5 anos. Todavia, a medida tem gerado preocupação entre pais e profissionais de creches, que receiam impactos no custeio à rede conveniada. Segundo Wandson Mourão, presidente do Movimento de Luta Pró-Creches (MLPC), tal atitude poderia afetar diretamento o atendimento às crianças. 

Para Professor Wendel, a audiência pública abrirá espaço para o diálogo entre ambas as partes, favorecendo a busca de soluções que atendam ao interesse público. Já Wandson enxerga na reunião a chance de garantir às creches o direito de continuar atendendo às crianças.  

Para audiência, foi convocada a secretária Municipal de Educação, Ângela Dalben e convidados a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede/BH), Neide Silva Resende, o presidente do Movimento de Luta Pró-Creches (MLPC), Wandson Antônio Silva Mourão, a presidente do Projeto Jornada Solidária, Nazareth Teixeira da Costa, a professora de Educação Infantil da Rede Conveniada, Gessi Palmeira, o representante do Sindicato dos Empregados em Entidades de Assistência Social de Orientação e Formação Profissional do Estado de Minas Gerais (SENALBA), Carlos Alberto Pinto.

Superintendência de Comunicação Institucional