PARLAMENTO JOVEM

Projeto reúne virtualmente 60 estudantes para discutir meio ambiente

Lançamento da edição 2021 do PJ foi na semana passada, com a participação da especialista em Saúde Pública, Izabel Chiodi

quinta-feira, 20 Maio, 2021 - 18:30
Foto: Freepik

Mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia e pelo isolamento social, o Parlamento Jovem, projeto de educação para cidadania e formação política continua alcançando resultados positivos. Reunindo 60 jovens do ensino médio e superior do estado, por meio de encontros virtuais semanais, o projeto estimula a participação de jovens na construção de propostas de políticas públicas que busquem solucionar problemas enfrentados pela sociedade. Realizado por meio de parceria entre Câmara Municipal, por meio da Escola do Legislativo, Assembleia Legislativa e PUC Minas, o PJ tem como tema neste ano o mesmo escolhido em 2020: “Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável”. No ano passado vários municípios não conseguiram concluir suas atividades, em função do contexto pandêmico. O lançamento oficial do projeto foi no dia 12 de maio, quando os alunos participaram de um bate-papo virtual com a especialista em Saúde Pública e pesquisadora CNPq/UFMG, Izabel Chiodi.

Com a utilização da plataforma Google Meet, a especialista discorreu, entre outros tópicos, sobre o desequilíbrio acumulado entre gerações na organização em sociedade, aliado ao descaso com o meio ambiente; e sobre o antagonismo dessa posição da sociedade-cidade, considerando que o centro da vida e da política é a natureza.

Formato reinventado 

Até então, antes da pandemia, a etapa municipal do PJ era coordenada por Belo Horizonte, mas em função do atual contexto, desde 2020, com o Parlamento Jovem se processando de forma virtual, optou-se pela realização conjunta das etapas municipal e regional. Em 2021, integram o PJ Minas os municípios de Confins, Santa Luzia, Vespasiano, Inimutaba, Ribeirão das Neves e Belo Horizonte. Ao final da etapa municipal/regional, a qual se encerra no dia 11 de agosto, terá início a etapa estadual, no mês de setembro.

Toda a programação do Parlamento Jovem vem acontecendo de forma remota, com encontros semanais, todas as quarta-feiras, de 16h às 17h30, por meio da plataforma Google Meet. Permanentemente é feito contato com os alunos pelo WhatsApp e pelo Instagram (pjmetropolitano1), quando são encaminhadas mensagens e conteúdos.

No ano passado, diante da necessidade de adaptação do trabalho devido ao contexto pandêmico, as oficinas eram realizadas somente pelo Instagram e por meio de lives. “Em 2021,  percebeu-se que era preciso ampliar a interação entre os estudantes, para evitar desistências. Optou-se, então, por encontros na plataforma Google Meet, propiciando, assim, mais descontração às atividades e favorecendo a participação dos jovens”, destacou a coordenadora do PJ na Câmara de BH, Edelways Campos de Faria. Segundo ela, como resultado dessa receptividade, os próprios alunos solicitaram, na avaliação da primeira atividade, a ampliação do tempo de duração das oficinas de uma para duas horas.

Uma das escolas participantes do PJ é o Colégio Batista, único a integrar o projeto na capital. “Devido à dificuldade de seleção de estudantes no atual momento, decidiu-se por reduzir o número de participantes neste ano, visando, assim, dedicar uma atenção especial a cada um desses alunos”, explicou a coordenadora.

A edição de 2020 não foi completada por muitos municípios do estado, que não conseguiram reunir os alunos e dar continuidade ao projeto, por causa da pandemia. Não foi o caso do Polo Metropolitano 1, coordenado pela Câmara de BH, com a participação das cidades de Felixlândia e Juatuba, que concluiu suas atividades com a realização das etapas municipal e regional. Cerca de 110 cidades participaram do projeto em Minas Gerais no ano passado, mas o único polo que conseguiu realizar todas as etapas do processo (mobilização, inscrição, oficinas de formação temática, de formação política, construção, votação e priorização de propostas) foi coordenado pela CMBH. Desta forma, de acordo com a Escola do Legislativo, para esses municípios que concluíram as atividades em 2020 é como se fosse iniciado um novo projeto em 2021, com novos alunos, porém com o mesmo tema.

Educação para cidadania

O Parlamento Jovem de Minas é um projeto de educação para cidadania e formação política, em âmbito estadual, destinado a estudantes dos ensinos médio e superior dos municípios mineiros. Dividido em três etapas: municipal, regional (com vários polos coordenando os municípios) e estadual, o projeto oferece aos jovens a oportunidade de conhecer melhor a política e os instrumentos de participação no Poder Legislativo Municipal e Estadual.

O PJ é realizado desde 2004, pela Escola do Legislativo da CMBH, em parceria com a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (responsável pela coordenação-geral do projeto) e a PUC Minas, por meio do Instituto de Ciências Sociais (ICS) e da Pró-Reitoria de Extensão (Proex). A cada ano, o projeto aborda um tema de relevância social e de interesse dos jovens, a ser trabalhado por meio de diversas atividades de estudo, debates e deliberação. Com discussões em torno de um tema central e de três subtemas, ao final de cada etapa, é produzido pelos alunos um documento, com propostas a serem encaminhadas à Comissão de Participação Popular da Câmara Municipal de BH e da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Superintendência de Comunicação Institucional