AUDIÊNCIA PÚBLICA

Uso de drogas e violência nos arredores do Conjunto IAPI estarão em debate

Vereadores vão discutir políticas públicas para enfrentamento do problema, que preocupa moradores do Conjunto e do entorno

terça-feira, 27 Novembro, 2018 - 15:00
Foto: Breno Pataro/Portal PBH

A Comissão de Administração Pública, por requerimento do vereador Pedro Bueno (Pode), realizará audiência pública para discutir a necessidade de medidas do Município em relação à violência, tráfico de drogas e uso indiscriminado de crack nos arredores do Conjunto Habitacional IAPI, nas imediações do Complexo da Lagoinha (Região Noroeste de Belo Horizonte). O encontro será na próxima sexta-feira (30/11), às 19h, na Escola Municipal Honorina de Barros, na Praça Professor Corrêa Neto, nº 6, no Bairro São Cristóvão.

“Pretendemos fazer a discussão com os moradores e o setor público em relação à questão do tráfico e uso de crack, principalmente na região do IAPI, que é patrimônio de BH. Temos que buscar saídas para esses problemas”, afirmou o vereador. A demanda surgiu após o recebimento de reclamações de moradores relativas a uma decisão judicial de retirar as grades que cercam o Conjunto. O poder público teria alegado que elas descaracterizariam a obra arquitetônica, que é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Município.

Em 9 de maio de 2018, o vereador Mateus Simões (Novo) realizou uma audiência pública na Câmara Municipal, em que a Prefeitura apresentou sua política pública intersetorial para redução de danos em relação ao abuso de álcool e outras drogas, bem como para o enfrentamento de questões relacionadas à população em situação de rua, especialmente no Complexo da Lagoinha.

À época, a PBH informou que está implantando um plano de intervenção qualificada nas cenas de uso de crack no Complexo da Lagoinha, e que o plano era intersetorial, contando com o envolvimento da sociedade civil. A representante da Prefeitura também disse que, para atender a demanda, será formada mais uma equipe de saúde da família, com o objetivo de atuar especificamente naquela área. 

Foram convidados para a audiência no IAPI representantes da Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção; Superintendência do Hospital Municipal Odilon Behrens; Secretaria Municipal de Assuntos Institucionais e Comunicação Social e Gabinete do Prefeito; Guarda Municipal de Belo Horizonte; 1ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais; Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira; Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc); Departamento de Investigações da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais; Colégio Municipal Belo Horizonte; Escola Municipal Honorina de Barros; Igreja de São Cristóvão; Guarda Civil Municipal de Contagem; Associação dos Moradores do IAPI.

Superintendência de Comunicação Institucional