TRÂNSITO

Vagas exclusivas para vans escolares serão criadas no Santo Agostinho

Demanda foi apresentada à BHTrans em visita técnica da Comissão de Transporte; demarcações devem ser feitas nos próximos 15 dias

terça-feira, 3 Julho, 2018 - 12:45
Vereador Irlan Melo e representantes da BHTrans e de motoristas de vans escolares, em visita técnica às imediações da Escola Estadual Pandiá Calógeras, no Santo Agostinho
Foto: Kelly Ribeiro

Devido a transtornos causados pelo número reduzido de vagas destinadas ao uso exclusivo de vans escolares, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário realizou, nesta terça-feira (3/7), visita técnica à Praça Carlos Chagas, próxima à Escola Estadual Pandiá Calógeras, entre a Rua Martim de Carvalho, Avenida Barbacena e Avenida Olegário Maciel, no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul da Capital. Na visita, realizada por requerimento do vereador Irlan Melo (PR), a BHTrans se comprometeu a elaborar projetos para implementação de novas vagas para este fim, que, segundo ela, poderão ser utilizadas em no máximo quinze dias. A Comissão acompanhará de perto o processo de implantação das vagas.

No final do mês de junho, foi alterada placa de sinalização na Rua Martim de Carvalho, que antes permitia estacionamento por cinco minutos, com pisca-alerta ligado, para placa que autoriza, agora, estacionamento somente para veículo escolar. Hoje, a via disponibiliza 12 vagas para motoristas de vans.

Segundo Reinaldo Augusto Amaral, técnico de Transporte de Trânsito da BHTrans, foram instaladas placas de estacionamento por cinco minutos, com pisca-alerta, na Avenida Olegário Maciel e na Avenida Barbacena, próximas à Escola Estadual Pandiá Calógeras. Totalizando cerca de 60 vans, a categoria alega que faltam vagas de estacionamento para eles no local, que encontra, com frequência, veículos particulares estacionados nessas vagas e que é preciso intensificar a fiscalização.

Segundo a BHTrans, a empresa não tem autonomia para fazer autuações e os responsáveis pela fiscalização desses estacionamentos são a Polícia Militar e a Guarda Municipal.  O representante da empresa destacou, em contrapartida, a importância da disponibilização de vagas para o embarque e desembarque de pais, que deixam seus filhos na escola; mas informou que, ainda esta semana, elaborará projetos para implantação das novas vagas, comprometendo-se, num prazo de quinze dias, a disponibilizá-las, para que sejam utilizadas exclusivamente por motoristas de vans.  

Na visita, o parlamentar e os motoristas solicitaram cerca de 20 vagas a mais de estacionamento, nas duas entradas da escola, à Avenida Olegário Maciel e à Avenida Barbacena.

Encaminhamentos

Para o vereador Irlan Melo (PR), que requereu a vistoria, o objetivo do encontro foi harmonizar interesses de motoristas de vans com os de pais de alunos, evitando, assim, que os motoristas sejam multados. “Na Olegário Maciel, por exemplo, não existe estacionamento específico para vans. Contudo, saímos da visita com o compromisso da BHTrans da criação de novas vagas”, ressaltou.  

Segundo o parlamentar, a Comissão aguardará o prazo de quinze dias para a implementação de placas e criação de vagas específicas para estacionamento de vans escolares, na Avenida Olegário Maciel, onde manterá as vagas de pisca-alerta. Também será aguardada pela Comissão a criação de novas vagas na Avenida Barbacena. “Após a implantação das vagas, avaliaremos junto aos motoristas se o problema foi solucionado”, completou.  

Superintendência de Comunicação Institucional