VISITA TÉCNICA

Vereadores irão verificar condições de funcionamento do Sofia Feldman

Nesta semana, o Executivo anunciou o adiantamento de repasses ao hospital

sexta-feira, 20 Outubro, 2017 - 20:45
Fachada do Hospital Sofia Feldman, no Bairro Tupi
Foto: Divino Advíncula/Portal PBH

Por solicitação do vereador Catatau da Itatiaia (PSDC), o Hospital Sofia Feldman será novamente visitado pela Comissão de Saúde e Saneamento da Câmara Municipal na próxima terça-feira (24/10), com a finalidade de verificar as condições sanitárias e de funcionamento da unidade. Defendido por vereadores, trabalhadores, conselheiros, voluntários e usuários, que engrossam o movimento em prol de mais investimentos na infraestrutura e valorização dos recursos humanos, denominado #SomosSofia, o Hospital fica na Rua Antônio Bandeira, n° 1.060, Bairro Tupi, na Regional Nordeste da capital. A visita terá início às 10h e deverá ser acompanhada por representante do Executivo.

Em audiência anterior da comissão que debateu in loco os problemas enfrentados pelo Sofia Feldman, Catatau da Itatiaia garantiu o máximo empenho na busca de soluções para as deficiências observadas. Os demais integrantes da Comissão de Saúde também se comprometeram a buscar uma maior interlocução entre as partes interessadas, os movimentos em prol do hospital e o Executivo, no intuito de cobrar prioridade para a área da saúde e, em especial, para aquele equipamento.  “Estamos imbuídos nesta luta”. “O Sofia Feldman precisa de socorro e não pode fechar as portas”, declararam os vereadores.

Segundo afirmações dos administradores do hospital, a gestão estaria sendo “estrangulada” há bastante tempo pelo subfinanciamento crônico do SUS e, nas atuais condições, o equipamento não aguentará por muitos meses mais. Na última semana, o prefeito Alexandre Kalil anunciou o repasse de mais recuros para a entidade, afirmando que a PBH vai trabalhar para evitar o fechamento de leitos. 

400 mil atendidos

De acordo com informações da instituição, o Hospital Sofia Feldman assiste a uma população superior a 400 mil pessoas dos Distritos Sanitários Norte e Nordeste, em Belo Horizonte. Possui 185 leitos sendo 87 obstétricos,  41 em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal, 45 em Unidade de Cuidados Intemediários (UCI) Neonatais, e 12 de outras clínicas. São realizados cerca de 900 partos ao mês. Todas as internações são feitas através da Central de Internações da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do SUS.

Para acompanhar a visita e ouvir representantes da unidade e usuários, foram convidados o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto e os demais integrantes da comissão, vereadores Bim da Ambulância (PSDB), Hélio da Farmácia (PHS), Flávio dos Santos (Pode) e Cláudio da Drogaria Duarte (PMN).

Superintendência de Comunicação Institucional