AUDIÊNCIA PÚBLICA

Alternativas de transporte no trajeto entre BH e o Aeroporto de Confins em pauta

Permanência dos voos de maior porte em Confins, distante 40 km do centro da capital, demanda melhorias no deslocamento

sexta-feira, 9 Junho, 2017 - 19:30
Trecho da Linha Verde, que liga o centro de BH ao Aeroporto Tancredo Neves, em Confins
Imagem: Google StreetView

Diante da decisão do Ministério dos Transportes, pela qual o Aeroporto Tancredo Neves manterá a exclusividade na operação de voos regulares domésticos de grande porte e internacionais com origem e destino em Belo Horizonte, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário vai debater na próxima terça (13/6) a mobilidade urbana no trajeto entre o Centro da capital e o equipamento, localizado no município vizinho de Confins. Para facilitar a participação dos interessados, o encontro será às 19h, no Hall da Presidência da Câmara Municipal.

Em sua justificativa, o requerente do debate, vereador Gabriel (PHS) menciona o recente posicionamento do Ministério dos Transportes, por meio da Portaria n° 376, publicada no Diário Oficial da União no dia 12 de maio, que atribuiu à Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) a exploração do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha. O documento restringe a exploração ao processamento dos serviços aéreos privados, serviços aéreos públicos especializados e serviços aéreos públicos de transporte não regular, sob a modalidade de táxi aéreo. A operação dos demais serviços aéreos fica limitada aos voos diretos entre a Pampulha e os aeroportos regionais, sendo preservadas as frequências atualmente em operação no aeroporto. 

No dia 10 de maio, um gru­po de pre­fei­tos e ve­rea­do­res de ci­da­des que fi­cam nas pro­xi­mi­da­des do Ve­tor Nor­te de Be­lo Ho­ri­zon­te foi a Bra­sí­lia pres­sio­nar os de­pu­ta­dos fe­de­rais mi­nei­ros pa­ra que ga­ran­tissem, jun­to à Agên­cia Na­cio­nal de Avia­ção Ci­vil (Anac), o ve­to à vol­ta dos aviões de gran­de por­te ao ae­ro­por­to da Pam­pu­lha, reivindicação que acabou contemplada na portaria do Ministério dos Transportes. Por essa razão, segundo o parlamentar, faz-se necessário que o Município e o Estado discutam alternativas eficientes de transporte para diminuir o tempo de trajeto do Centro de Belo Horizonte até o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, que cobre uma distância de cerca de 40 km.

Convidados

Para participar do debate, foram convidados os secretários municipais de Desenvolvimento Urbano e de Obras e Infraestrutura, Daniel Nepomuceno e Josué Valadão; a secretária de Assunto Institucionais da PBH, Adriana Branco; os secretários de Estado de Transportes e Obras Públicas e de Cidades e Integração Regional de Minas Gerais, Murilo de Campos Valadares e Carlos Moura Murta; e deputados estaduais integrantes da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).  

Também são aguardados representante da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Hestia Consultoria, e Espaço Guaja. O encontro é aberto à participação de qualquer entidade ou cidadão interessado.

Superintendência de Comunicação Institucional